Translate

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Primeiras Impressões: Tokyo Ghoul

O novo "Shingeki no Kyojin" com pitadas de "Shiki"?

Por MIKA

E chega enfim as televisões japonesas o anime de Tokyo Ghoul, baseado no mangá de mesmo nome escrito e ilustrado por Ishida Sui, e que muitos já estão considerado a nova modinha de 2014. Será mesmo? Vale lembrar que é tudo com base na nossa opinião pessoal, portanto, vocês podem colocar nos comentários as suas opiniões, o que concordam e discordam. Vamos?
Estranhos assassinatos começam a acontecer em Tokyo. Devido a evidência líquida nos casos, a polícia concluiu que os ataques são resultados de uma criatura que se alimenta de outros seres, um “ghoul” do tipo “eater”. Dois amigos de faculdade, Kaneki e Hide, criam a teoria de que os ghouls estão imitando os humanos, por isso nunca são vistos ou capturados. Eles nem imaginam que essa teoria pode ser verdade e a coisa sair do seu controle. Kaneki acaba se envolvendo sem saber com uma dessas criaturas, que ao atacar o garoto acaba morrendo acidentalmente, mas o deixa seriamente ferido e a ponto de morrer. A única salvação? Um transplante envolvendo a própria criatura, mas que poderá trazer consequências terríveis para Kaneki. O que acontecerá a partir de agora?
Bom, Tokyo Ghoul apresenta elementos de horror, suspense e sobrenatural aos mesmos moldes de um mangá chamado Shiki. No primeiro episódio, o horror e a violência são evidentes. Temos sangue e um drama psicológico do próprio protagonista por causa de sua situação. Aliás, é interessante notarmos que os Ghouls parecem agir como vampiros. Se isso é uma história de vampiros usando outras criaturas, então não sseria novidade no mundo do entretenimento, visto como fez o filme Eu Sou A Lenda, que usou zumbis no lugar dos vampiros do livro. Mas, sendo um trabalho original de Sui, achei bem legal a iniciativa. A animação é boa, os personagens são lindos, e podemos facilmente nos identificar com eles, mesmo sendo o primeiro episódio. Não quero ter utras decepções como foi com Pupa ou mesmo Strike the Blood. Tivemos um bom começo, mas devemos ver como ele se saíra.
Confesso que não tinha muita fé no estúdio Pierrot (Naruto, Bleach, Kingdom) mas pelo que vi eles estão se esforçando nesta adaptação. Para quem não sabe, o mangá de Tokyo Ghoul faz um enorme sucesso no Japão, e estou apostando que ele será a modinha deste ano, visto que pelo sangue e pelo enredo ele conquista fácil os fãs de Shingeki no Kyojin e de Shiki
Estou apostando firme!
Postar um comentário