Translate

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Morre Roberto Gómez Bolaños, o eterno Chaves e Chapolin

Ator e comediante morre aos 85 anos.

Por MIKA

Hoje é um dia de luto. Luto mesmo. Morre, aos 85 anos, o ator e comediante mexicano Roberto Gómez Bolaños, ator que ficou eternizado pelos personagens Chaves e Chapolin. Ele estava em sua casa em Cancún, e a causa ainda não foi informada, mas há especulações (Bolaños enfrentava problemas respiratórios.). A notícia da morte foi confirmada por noticiários da rede mexicana Televisa e já repercute entre atores do seriado no Twitter, como Édgar Vivar, o Sr. Barriga.
A história de Chaves e Chapolim tem início anos 1950, quando Bolaños despontou na mídia, escrevendo programas de rádio, TV e roteiros de cinema. Seu trabalho começou a gerar frutos no início da década de 60, quando entre 1960 e 1965 dois programas escritos por ele disputavam os primeiros lugares de audiência da televisão mexicana: Estudio de Pedro Vargas e Cómicos y canciones.
Em 1968, Bolaños, carinhosamente apelidado de Chespirito (uma referência a William Shakespeare), pelo diretor de cinema mexicano Augustín P. Delgado, ganhou um espaço exclusivo de meia hora na TV TIM. Lá, começou a se arriscar também como ator e descobriu uma veia cômica que o tornaria famoso em toda a América Latina.
De uma coisa é certa: Bolaños virou um mito. Seus personagens fazem parte da cultura pop.
E sentiremos muita falta deste gênio da comédia.
#LUTO

Fonte: http://omelete.uol.com.br/series-e-tv/morre-roberto-gomez-bolanos-o-chaves/#.VHkGPDHF9u4
Postar um comentário